28 de maio de 2019

BRASIL:

A Coordenação Geral da COPPPAL, reunida em Buenos Aires, Argentina, em 22 e 23 de maio de 2019, conclama a intensificar a campanha mundial de solidariedade, demandando a imediata liberdade do ex-presidente Lula, já que seu encarceramento é absolutamente irregular e carente de provas.

O processo judicial tem sido denunciado por juristas e observadores de renome internacional, que manifestam o não cumprimento das normas do devido processo.

Tanto ele como seus familiares foram investigados, e não foi encontrado nada irregular. Nada. Nenhuma prova de corrupção, nem de delito. A decisão de condenar o ex-presidente sem provas e sem crime apenas confirma o que todos já sabiam: a perseguição implacável que Lula tem sofrido por parte da mídia e do poder judiciário.

Lula preso é essencial para cercear os direitos trabalhistas, os direitos previdenciários duramente conquistados, aumentar o desemprego, diminuir o salário mínimo, privatizar, saquear os recursos naturais e tentar vender uma empresa como a Petrobras apenas para satisfazer os interesses da oligarquia e das transnacionais.

Lula segue lutando intensamente, tal como o fez em toda a sua vida, apesar das enormes pressões. O único crime que o presidente Lula cometeu foi tirar da miséria mais de 40 milhões de pessoas, tirar o Brasil do Mapa Mundial da Fome, implantar programas sociais estruturais, e não permitir o desmonte do Estado brasileiro.

Leia o documento original em pdf aqui.