22 de março de 2019

1. Lula, por meio de sua equipe, transmitiu recado pelas redes sociais sobre a postura midiática dos responsáveis pela Operação Lava Jato, que resultou na prisão de Michel Temer na quinta-feira (21). “A Lava Jato tenta desviar a atenção do descrédito em que estava caindo e do fundo de 2,5 bilhões que negociaram com os EUA. A Força Tarefa não precisa de pirotecnia para sobreviver, precisa de sobriedade”, avaliou. Leia mais: https:// lula.com.br/lava-jato-tenta-desviar-atencao-do-descredito-em-que-estava-caindo-diz-lula/

2. A campanha pela libertação do ex-presidente Lula tem ganhado cada vez mais adeptos no Brasil e no mundo – basta notar a crescente onda de manifestações contra a sua prisão política tanto por aqui quanto em países da América Latina, Europa, além dos EUA. Mas é no próximo dia 7 de abril, quando começa a Jornada Lula Livre que acontece grande em Curitiba, conforme dito pela presidenta do PT, deputada Gleisi Hoffmann, em coletiva de imprensa concedida após reunião com o Diretório Nacional nesta sexta (22). Leia mais: https://pt.org.br/gleisi-prioridade-e-derrubar-reforma-da-previdencia-e-a-luta-por-lula-livre/

3. Além de reforçar a luta permanente pela libertação de Lula e repudiar atuação política de um Judiciário cada vez mais questionado, a visita do grupo de juízes à Vigília na quinta (21) também rendeu mais uma bela canção feita por Rui Portanova. Em tom otimista e carregada de lirismo, a letra sugere um futuro menos trágico ao povo brasileiro num futuro próximo – isso, caso seja feita Justiça ao ex-presidente. Nossa gente, campo e cidade, hasteando a bandeira, sobre a paz a liberdade. Nossa gente volta a cantar entoando bem mais forte Olê Olê Olá Lula”. Ouça a música aqui: https://youtu.be/EF3cVOgbbKY

4. Mesmo de longe, a juíza aposentada Kenarik Boujikian, cofundadora da Associação de Juízes para a Democracia (AJD), também colaborou com os colegas na resistência contra as arbitrariedades judiciais do país ao escrever uma carta ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Na mensagem, ela se solidariza com Lula pelas injustiças sofridas no âmbito da operação Lava Jato e lamenta não poder ouvi-lo: “Sua palavra foi interditada, até nos momentos de maior dor. (…) Não há algo mais simbólico: calar o presidente”. Leia mais: https://www.brasildefato.com.br/2019/03/21/juiza-kenarik-boujikian-escreve-carta-a-lula-as-razoes-estao-cada-vez-mais-claras/

5. Perto do horário em que tradicionalmente é realizado o “Boa Noite, presidente Lula” (também na quinta, 21), no entanto, um grupo de policiais militares quase que escreve mais um triste capítulo da já combalida democracia brasileira ao promover uma tentativa de despejo da Vigília, que ocorre em terreno privado. Leia a nota da coordenação da Vigília sobre o ocorrido: https://pt.org.br/vigilia-lula-livre-repudia-tentativa-de-intimidacao-e-abuso-de-autoridade-por-grupo-da-pm/

Boletim 396 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia
Direto de Curitiba – 22/03/2019 – 349 dias de resistência – 20h30