Read in English | Auf Deutsch lesen

1. O advogado Manoel Caetano, da defesa de Luiz Inácio Lula da Silva, esclareceu que o ex-presidente não está envolvido com a ocupação do tríplex do Guarujá feita pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) no dia 16 de abril do ano passado. À época, o imóvel – que o ex-juiz Sérgio Moro atribuiu a Lula sem nenhuma prova e mesmo assim o condenou – estava sob responsabilidade da Justiça. O caso está sendo investigado pela Polícia Federal, que hoje ouviu Lula. Leia mais: https://pt.org.br/lula-nao-incitou-ocupacao-de-triplex-pelo-mtst-esclarece-advogado/

2. O ex-presidente Lula enviou recado nesta terça-feira (26) sobre a proposta de Reforma da Previdência apresentada por Jair Bolsonaro. “A melhor forma de resolver o problema da Previdência é gerar empregos. Quanto mais emprego, mais salários, mais contribuições e menos déficit. Na minha época havia superávit”, disse o ex-presidente por suas redes sociais. Em quase dois meses de governo, o governo de extrema direita Bolsonaro ainda não apresentou nenhuma proposta para a geração de empregos no país. Confira: https://bit.ly/2GNXUkS

3. Ainda pelas redes sociais, Lula enviou mensagem aos trabalhadores da Ford em São Bernardo do Campo (SP), depois do anúncio da empresa norte-americana sobre o fechamento da planta na cidade. Para impedir o fechamento, Lula sugeriu aos trabalhadores pressionar o governo brasileiro a suspender a importação de produtos da Ford. De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, a planta da empresa na cidadã paulista emprega direta e indiretamente mais de 20 mil trabalhadores na região. Lula, que é metalúrgico, protestou contra a posição da empresa.

4. O dirigente nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e articulador da Via Campesina Internacional, João Pedro Stedile, denunciou a prisão política do ex-presidente Lula no último domingo, em Caracas (Venezuela), durante a Assembleia Internacional dos Povos. “Lula não está preso, Lula está sequestrado pelo capital internacional, que precisou tirá-lo do processo eleitoral brasileiro para apoderar-se do pré-sal”, discursou. O evento acontece até o próximo dia 27 na capital venezuelana.

Boletim 372 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia
Direto de Curitiba – 26/2/2019 – 326 dias de resistência – 20h05

Share This