25 de fevereiro de 2019

Read in English | Auf Deutsch lesen

1. O vereador Eduardo Suplicy (PT-SP) tem sido um dos fiéis defensores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em todas as suas aparições públicas. Essa fidelidade o levou a reorganizar sua agenda em Curitiba para visitar a Vigília Lula Livre na última sexta-feira (22). Pegos de surpresa, a militância ficou bastante feliz e animada com a presença do ex-senador e um dos mais queridos parlamentares da esquerda brasileira. Ele mandou um recado de otimismo à militância: “Mantenham-se firmes na resistência. O presidente Lula precisa de vocês”. Confira: https://bit.ly/2EbDQ87

2. O Ministério Público Federal apontou erros na sentença contra Lula proferida pela juíza Gabriela Hardt, discípula de Sérgio Moro, o ex-juiz que virou político do governo de ultra direita Bolsonaro. A entidade apontou “omissões e contradições por erro material”. Além disso, pediu a correção de trechos da sentença: “o Ministério Público Federal requer que seja essa contradição retificada”. A Procuradoria Geral da República também apontou uma “omissão na parte dispositiva da sentença” por erro material. Leia mais: https://pt.org.br/ministerio-publico-federal-aponta-erro-em-sentenca-contra-lula/

3. “Presidente Bush, o Iraque não é um problema do Brasil. Eu tenho uma outra guerra para fazer no meu país, que é combater a miséria e a fome de 50 milhões de brasileiros que vivem abaixo da linha da pobreza”. Foi assim que Lula se comunicou com George W. Bush em 2003, diante da insistência do norte-americano no combate ao terrorismo e em busca de apoio à invasão do Iraque. A soberania do Brasil defendida por Lula é um contraponto ao servilismo de Jair Bolsonaro ao governo de Donald Trump. Leia mais: https://lula.com.br/a-resposta-de-lula-a-bush-e-a-submissao-de-bolsonaro-a-trump/

Boletim 371 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia
Direto de Curitiba – 25/2/2019 – 325 dias de resistência – 20h20