Read in English

1. A presidenta do PT, senadora Gleisi Hoffmann, em discurso feito hoje no encontro de partidos políticos dos países que formam o BRICS, na cidade de Tsuane, na África do Sul, fez um relato pormenorizado sobre os retrocessos sociais e trabalhistas que vêm ocorrendo no Brasil desde o golpe de 2016 e enfatizou a perseguição judicial contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Gleisi mostrou que Lula foi condenado sem ter praticado nenhum crime e frisou que foi arbitrariamente afastado das eleições presidenciais deste ano para que fosse facilitada a vitória do candidato de extrema-direita. Saiba mais: http://www.pt.org.br/nos-brics-gleisi-desconstroi-etapas-do-golpe-e-convoca-para-lula-livre/

2. Trabalhadores e trabalhadoras do mundo inteiro reunidos nesta terça-feira (4) em Copenhague (Dinamarca) para o 4º Congresso da Confederação Sindical Internacional (CSI) realizaram um ato de solidariedade e em defesa da libertação do ex-presidente Lula, preso político desde abril desde ano. O Congresso se estenderá até sexta-feira, reunindo cerca de 1.200 sindicalistas de 132 países com o objetivo de discutir estratégias de luta para garantir a defesa dos direitos da classe trabalhadora de todo o mundo. Saiba mais: http://www.pt.org.br/trabalhadores-do-mundo-todo-pedem-lula-livre-durante-congresso-da-csi/

3. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou nesta terça-feira (4) uma carta aos participantes do 4º Congresso Mundial da CSI. “Temos uma grande batalha pela frente, mas saber que podemos contar com a solidariedade incondicional de milhões de trabalhadores e trabalhadoras nos dá ainda mais convicção de que vamos vencer mais essa”, escreveu o ex-presidente. Leia a carta: https://lula.com.br/lula-pede-forca-e-uniao-do-movimento-sindical-em-carta-a-confederacao-internacional/

4. O boa tarde ao ex-presidente Lula nesta terça-feira foi conduzido por Raul de Paris, militante do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB). Ele frisou que há 242 dias militantes de todas as regiões do País se revezam na Vigília Lula Livre para denunciar as ameaças à democracia no Brasil e a arbitrária prisão do ex-presidente.

5. Antes da saudação vespertina ao ex-presidente Lula, os militantes cantaram Parabéns para Pedro Carrano, jornalista integrante da coordenação da Vigília. O aniversariante agradeceu pelo carinho e frisou que a resistência na Vigília é um espaço permanente em defesa de Lula, pelo que ele representa para todo o povo brasileiro.

Boletim 288 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia
Direto de Curitiba – 4/12/2018 – 242° dia de resistência – 20h40

 

Share This