Read in English

1. A Vigília Lula Livre recebeu nesta quarta-feira o reforço de 36 militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) da região norte do Paraná. Eles vieram do Acampamento Quilombo e dos assentamentos Ele Vive e Valmir Mota, em Londrina e Jacarezinho, para manter o revezamento dos guerreiros da resistência democrática em Curitiba. O revezamento ocorre a cada 15 dias. Leia mais: http://www.pt.org.br/vigilia-lula-livre-se-renova-com-a-chegada-de-caravana-do-mst/

2. Num momento em que o presidente eleito de extrema direita anuncia fusões de ministérios, com profundos retrocessos em vários campos, o Instituto Lula publicou hoje, pelas redes sociais, como foi o exponencial incremento das políticas para as áreas de Meio Ambiente, Agricultura Familiar e Agronegócio a partir do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, com a manutenção de cada setor em uma pasta específica. Os dados mostram que, se o governo quiser, é possível mesclar desenvolvimento com respeito à natureza, ao meio ambiente e aos povos tradicionais da Amazônia. Leia mais: http://www.institutolula.org/ambiente-e-agricultura-ganharam-com-separacao-de-pastas-no-governo-lula

3. A Executiva Nacional do PT aprovou hoje uma resolução em que avalia que o presidente eleito pelo PSL é um “um aventureiro fascista” que se elegeu numa “campanha de ódio e de mentiras” e anuncia que o partido irá participar de uma “grande frente pela democracia e pelos direitos do povo”. Na nota há um agradecimento a todas as pessoas que votaram na chapa Fernando Haddad/Manuela D’Ávila, representantes da democracia e do projeto de desenvolvimento com inclusão social inaugurado no governo do ex-presidente Lula. O partido denuncia a agenda de retrocessos do presidente eleito e enumera os principais pontos aos quais vai se opor. Leia a íntegra do documento: http://www.pt.org.br/resolucao-da-comissao-executiva-nacional-do-pt/

4. O ato de boa tarde ao ex-presidente Lula nessa quarta-feira de chuva fina em Curitiba foi puxado por Luana Lustosa Rodrigues, militante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST). “Já são 208 dias aqui com o nosso presidente Lula, e continuamos firmes na resistência e na luta por sua libertação”, afirmou.

5. Na sede do PT de Curitiba, aconteceu na noite de hoje, a partir das 19h, a Plenária pela Democracia, com a participação de integrantes dos partidos políticos que compõem a Frente Suprapartidária pela Democracia, diretórios municipais e representantes de movimentos sociais e sindicais. No encontro, houve avaliação da conjuntura e as lutas conjuntas em defesa da democracia.

Boletim 254 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia
Direto de Curitiba – 31/10/2018 – 19h1531

Share This